VOCÊ É UM FÃ?

Noticias
O Deportivo Cali consegue um valioso empate na casa do Peñarol
16/09/2014
O Deportivo Cali consegue um valioso empate na casa do Peñarol

Peñarol e Deportivo Cali empataram com dois gols em Montevideu em um entretido jogo de ida pela segunda fase da Copa Sul-Americana, resultado que deixou aos colombianos com uma pequena vantagem de cara a volta que vai ser disputada no próximo dia 24. 
Os gols do jogo, todos autênticos golaços, forma marcados por Carlos Nuñez (m.47) e Marcelo Zalayeta (m57) para os uruguaios e Sergio Herrera (m.53) e Carlos Rivas (m.68) para os colombianos. 
Com este marcador, na semana que vem o Peñarol deverá ganhar em Cali já que qualquer outro resultado que não seja por empate de três gols o deixaria fora da competição.
- Ficha técnica:
2 Peñarol: Pablo Migliore; Gonzalo Viera, Carlos Valdez, Darío Rodríguez, Andrés Rodales (m.61, Alejandro Silva), Sebastián Píriz, Diogo Silvestre (m.70, Hernán Novick), Antonio Pacheco, Jorge Rodríguez; Marcelo Zalayeta e Carlos Núñez (m.80, Juan Manuel Olivera). Técnico: Jorge Fossati.
2 Deportivo Cali: Luis Hurtado; Helibelton Palacios, Cristian Nasuti, Germán Mera, Frank Fabra; Andrés Pérez, Juan David Cabezas, Yerson Candelo, Luis Mosquera (m.72, Víctor Giraldo); Carlos Rivas (m.84, Miguel Murillo) e Sergio Herrera (m.76, Jhon Viáfara). Técnico: Héctor Cárdenas.
Gols  1-0, m.47: Carlos Núñez. 1-1, m.53: Sergio Herrera. 2-1, m.57: Marcelo Zalayeta. 2-2, m.68: Carlos Rivas.
Á rbitro: Roddy Zambrano (ECU) admoestou a Palacios, Mera, Pérez, Pacheco, Rodríguez e Píriz.
Incid ecirc;ncias: Partida disputada no Estádio Centenário, de Montevidéu. 

EFE

Barcelona e Libertad em um duelo apertado na Copa Sul-Americana
10/09/2014
Barcelona e Libertad em um duelo apertado na Copa Sul-Americana

O Barcelona, do Equador e o Libertad, do Paraguai, vão a propor um duelo tático apertado no jogo de ida da segunda fase da Copa Sul-Americana, fruto do estrategista Rubén Israel, que já atuou em ambas equipes e hoje defende o time equatoriano. 
Israel é ainda lembrado por vários jogadores a quem dirigiu no time paraguaio, entre eles Jorge Moreira, que assegurou que o LIbertad saiu campeão no Torneio Clausura 2012 porque “mudou muito a maneira do time e o futebol ficou mais dinâmico”. 
Os diretores do time equatoriano asseguram que desde que chegou Israel, em maio, a direção técnica do time notou melhoria nos resultados. 
O paraguaio Jorge Recalde assegurou que a recente vitória diante do Olímpia é uma motivação para o jogo contra o Barcelona, ele sabe que será complicado mas diz que o Libertad também tem suas virtudes e sua experiência dentro de campo, fatores que vai explorar ao máximo. 
O Barcelona passou a primeira fase da Sul-Americana depois da goleada por 3-0 e o empate, sem gols, contra o peruano Alianza Lima, enquanto que o Libertad despachou por 3-0 ao boliviano Nacional de Potosí, que ganhou por 1-0 no jogo de ida. 
O Barcelona lidera a segunda etapa do campeonato equatoriano, ganhou por 1-0 do Liga de Quito no passado 31 de agosto pela quinta jornada da segunda etapa. 
Entretanto O Libertad, campeão do torneio Apertura, está em segundo lugar no torneio Clausura do Paraguai, empatado com 13 pontos com o Olimpia e a três pontos do líder Guarani. 
Prov aacute;vel escalação:
Barcelona  M aacute;ximo Banguera; Pedro Pablo Velasco, Franco Peppino, Luis Checa, Giovanny Nazareno; Flavio Caicedo, Matías Oyola, Alex Bolaños; Ely Esterilla, Cristian Penilla; Ismael Blanco.
T eacute;cnico: Rubén Israel.
Libertad  Rodrigo Muñoz; Jorge Moreira, Pedro Benítez, Adalberto Román, Gustavo Mencia; Osmar Molinas, Sergio Aquino, Jorge González; Jorge Recalde, Hernán Rodrigo López e Dionicio Pérez.
T eacute;cnico: Pedro Sarabia
Á rbitro: Patricio Loustau, da Argentina, assistido por seus compatriotas Ernesto Uziga e Ariel Scime.
Est aacute;dio: Monumental "Isidro Romero", de propriedade do Barcelona.

EFE

Nacional, com cinco desfalques, espera ter sorte na visita ao General Díaz
09/09/2014
Nacional, com cinco desfalques, espera ter sorte na visita ao General Díaz

O Atlético Nacional vai receber hoje o General Díaz paraguaio no jogo de ida da segunda fase da Copa Sul-Americana, compromisso que tentará a sorte apesar das cinco baixas por lesão em seu time. 
O time colombiano, que vem de empatar por 2-2 no torneio local com o Boyacá Chico em seu próprio estádio, não cumpre uma boa campanha na Liga, na que está no décimo primeiro lugar na classificação com somente 10 pontos de 24 possíveis. 
As baixas por lesão de Jonathan Copete, Juan David Valencia, Orlando Berrío, Oscar Murillo e Jefferson Duque influenciaram no baixo rendimento do time, segundo se manifestou o técnico Juan Carlos Osorio. 
Por outro lado, o goleiro Luis Martinez se referiu ao rival paraguaio, ao qual disse que sempre foi forte nas jogadas de estratégias. 
&ldquo Os paraguaios sempre vão ser difíceis no jogo aéreo, é o forte deles” disse. O General Díaz chegou a Medellín com a motivação de ter eliminado na primeira rodada ao Cobresal do Chile e com a intenção de seguir fazendo história na sua primeira participação internacional. 
No torneio paraguaio, as “Águilas” estão na quarta posição depois de que no final de semana derrotaram ao Rubio Ñu por 2-1. 

Prov aacute;vel alinhamento:
Atl eacute;tico Nacional: Franco Armani; Elkin Calle, Francisco Nájera; Alexis Henríquez, Daniel Bocanegra; Alexander Mejía, Alejandro Bernal, Sherman Cárdenas, Edwin Cardona; Wilder Guisao, Luis Carlos Ruiz. Técnico: Juan Carlos Osorio.
General Díaz: Bernardo Medina; Alejandro Bernal, Ángel Vera, Gustavo Toranzo, Cristian Martínez; Pedro Chávez, Cristian Sosa, Carlos Vera Segovia, Alberto Contreras; Víctor Genés, Roberto Gamarra. Técnico: Humberto García.
Á rbitro: o venezuelano Juan Soto.
Est aacute;dio: Atanasio Girardot de Medellín.

EFE

Vídeos
Melhores Gols Bem-vindos a Futbolsantander
Pelé Entrevista-Interview with Pelé